Ligue agora

Exames

VDRL
Material de Coleta:
1,0 mL de soro, plasma ou líquido cefalorraquidiano.
Preparo do paciente:
Jejum de 8h.
Descrição do Exame:
Treponema pallidum, Floculação por RPR
VDRL PESQUISA
Método:
Reação de floculação com antígeno não treponêmico..
Consevação:
Refrigerado entre 2 e 8ºC: 7 dias.
Congelado -20°C:30 dias.
Interferentes:
Hemólise e/ou lipemia acentuada.
Valor de Referência:
Não reagente
Interpretação:
Este teste não é específico, pois não utiliza antígenos do Treponema pallidum, o agente etiológico da sífilis. Pode ser utilizado para o diagnóstico quando os títulos são superiores ou iguais a 1:32, mas é de mais valioso no acompanhamento terapêutico.Títulos de RPR superiores a 1:16 são encontrados nas fases primária e secundária da doença e tendem a se negativar após o tratamento específico. Já títulos menores que 1:8 (1:4, 1:2 e 1:1) podem ocorrer por longos períodos depois da terapia, caracterizando uma cicatriz sorológica.
Uma falsa reação biológica positiva é definida quando o teste RPR se mostra positivo e o teste contra antígenos treponêmicos, por Elisa ou por imunofluorescência indireta (FTA-ABS), negativo. Essa ocorrência pode estar associada a doenças auto-imunes, como ocorre no lúpus eritematoso sistêmico e na síndrome dos anticorpos antifosfolípides.
Setor:
Imunologia
Download da versão PDF
VELOCIDADE DE HEMOSSEDIMENTAÇÃO
Material de Coleta:
2,0 mL de Sangue total (EDTA)
Preparo do paciente:
Jejum não necessário.
Descrição do Exame:
VHS
Hemossedimentação
Método:
Sedimentação de hemácias em pipeta de Westergreen.
Consevação:
Temperatura ambiente 15 a 35ºC : 4 horas
Interferentes:
Hemólise
Amostra coagulada
Valor de Referência:
Mulheres: 1ª hora até 10
Homens: 1ª hora até 8
Interpretação:
A velocidade da hemossedimentação está aumentada nos processos infecciosos, inflamatórios e neoplásicos e na arterite temporal, além de se apresentar alterada nas hipergamaglobulinemias, na hiperfibrinogenemia, na gravidez e na síndrome nefrótica. Embora seja inespecífico, o exame é bastante sensível para o rastreamento das condições mencionadas e como controle de tratamento de algumas doenças infecciosas ou inflamatórias. A presença de anemia importante ou de alterações morfológicas nas hemácias pode dificultar a interpretação do resultado.
Setor:
Hematologia
Download da versão PDF
VITAMINA B12
Material de Coleta:
1 mL de soro.
Preparo do paciente:
Jejum de 8 horas.
Anotar a idade, data da última menstruação e uso de medicamentos
Descrição do Exame:
B12
Cianocobalamina
Método:
Quimioluminescência.
Consevação:
Refrigerado entre 2-8°C: 7 dias.
Congelado a -20°C: 30 dias.
Interferentes:
Álcool,Cimetidina, Fenitoína,Fenobarbital,Primidona, Estrógenos,Vitamina A, Vitamina C e Colchicina.
Hemólise e lipemia acentuada
Valor de Referência:
211,0 a 911,0 pg/mL
Interpretação:
A vitamina B12 é importante para a manutenção da homeostase e da mielina. Sua deficiência causa anemia megaloblástica, neuropatia periférica e degeneração da medula espinal.
No homem, a vitamina B12 provém estritamente de produtos de origem animal contidos na dieta, requerendo o fator intrinseco para a sua absorção e a transcobalamina para seu transporte.A deficiência da vitamina B12 pode ser decorrente de secreção deficiente do fator intrinseco, sindromes de má absorção, alcoolismo, uso de anticonvulsivantes,contraceptivos, Aspirina e Colchicina, deficiência de ferro e folato e dieta estritamente vegetariana.
Setor:
Endocrinologia
Download da versão PDF
Matriz
Av. Nove de Julho, 1451
Tel: (16) 3515-4500 | WhatsApp: (16) 9 9159-7247
2ª a 6ª, das 6h às 18h30 | Sábado, das 6h às 13h
Behring / Núcleus
Av. Nove de Julho, 1410
Tel: (16) 3516-0100
2ª a 6ª, das 7h às 17h | Sábado, das 7h às 12h
Centro Médico RibeirãoShopping
Av. Cel. Fernando F. Leite, 1540 - sala​s​ 24 e 25
Tel: (16) 3515​-4550
2ª a 6ª, das 7h às 20h | Sábado, das 7h às 16h
Responsável Técnico: Dra. Maria das Graças Elias de Assis - CRF 8713-SP