Menu Menu
Instagram | Laboratório Behring Facebook | Laboratório Behring

Orientações importantes

Exames

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Material de Coleta

3,0 mL de Sangue total (EDTA)

Preparo do paciente

J/NO

Descrição do Exame

Método

Método colorimétrico, qualitativo.

Consevação

Temperatura 2 a 8ºC por 12 horas

Interferentes

Transfusão sanguinea

Valor de Referência

Normal

Interpretação

A deficiência de Glicose 6 fosfato desidrogenase é um defeito enzimático das hemácias que pode causar episódios de hemólise aguda ou anemia hemolítica crônica ou ainda ser assintomático , é o defeito enzimático mais comum da espécie humana. Agentes capaze

Setor

Hematologia
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

1 mL de soro.

Preparo do paciente

Jejum de 4 horas.
Intervalo de mamadas para lactentes.

Descrição do Exame

GAD
Anti GAD
Descarboxilase do Ácido Glutâmico
Acido Glutâmico,anticorpos anti Descarboxilase do
Anticorpos anti-GAD 65
Anticorpos anti-GAD 67
Descarboxilase do Ácido Glutâmico, Anticorpos
GAD, Anticorpos

Método

Radioimunoensaio.

Consevação

Refrigerado entre 2 a 8°C: 7 dias.
Congelado -20°C: 30 dias.

Interferentes

Hemólise e/ou lipemia acentuada.

Valor de Referência

MENOR OU IGUAL A 1,00 U/mL

Interpretação

Nos últimos anos, vários marcadores foram descritos para a detecção precoce do processo auto-imune do diabetes mellitus tipo 1, entre os quais se incluem três anticorpos: o antiinsulina, o antidescarboxilase do ácido glutâmico (anti-GAD) e o antitirosinofosfatase 512 (ICA-512). Entre os indivíduos que desenvolvem diabetes tipo 1, 98% apresentam um ou mais desses anticorpos positivos. Já entre os parentes de primeiro grau dessas pessoas, a chance de desenvolver diabetes é de mais de 95%, em cinco anos, se os três testes tiverem resultados positivos. Assim, este exame é indicado na avaliação de parentes de primeiro grau de diabéticos tipo 1, na investigação do diabetes mellitus tipo 1 de início na vida adulta ou de início tardio, mas que nunca utilizaram insulina e nos casos de hiperglicemia transitória da infância.

Setor

Imunologia.
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

1,0 mL de soro

Preparo do paciente

Jejum não necessário

Descrição do Exame

Gama glutamil transferase
Gamaglutamiltranferase
Gama-GT

Método

Cinético colorimétrico

Consevação

Refrigerado entre 2 e 8 ºC: 7 dias.
Congelado -20°C: 30 dias.

Interferentes

Amostras hemolisadas, lipêmicas e ictéricas.

Valor de Referência

De 9 a 39,0 U/L.

Interpretação

A gamaglutamiltransferase (gama-GT) catalisa a transferência do ácido glutâmico de um peptídeo para outro, ligando-o sempre ao grupo gamacarboxílico. Essa enzima parece também facilitar a transferência transmembrana do ácido glutâmico. Assim, o exame contribui para a avaliação das hepatopatias agudas e crônicas, uma vez que a atividade da gama-GT fica elevada nos quadros de colestase intra ou extra-hepática. Os níveis da atividade da enzima também aumentam na doença hepática alcoólica aguda ou crônica e nas neoplasias primárias ou metastáticas. Eventualmente, a dosagem da gama-GT pode ser utilizada na comprovação do uso de álcool. Nesse caso, porém, é importante afastar outras causas de sua elevação.

Setor

Bioquímica
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

1 mL de soro.

Preparo do paciente

Jejum de 4 horas.
Intervalo de mamadas para lactentes.

Descrição do Exame

Anti-gluten
Doenca Celiaca

Método

Enzimaimunoensaio.

Consevação

Refrigerado entre 2 a 8°C: 7 dias.
Congelado a -20°C: 30 dias.

Interferentes

Hemólise e/ou lipemia acentuada.

Valor de Referência

IgG:
Índice <3,0:Negativo.
IgA:
Índece <1,0:Negativo.

Interpretação

Teste útil para diagnostico e monitorização do tratamento da Doença Celíaca (DC) e da Dermatite Herpetiforme. Na DC, a ingestão de gluten leva à produção de anticorpos IgG e IgA anti-gliadina e anticorpos anti-endomísio.Resultado negativo não afasta completamente DC. Apresentam sensibilidade e especificidade inferior ao anti- endomísio. A detecção de anti-gliadina IgG e importante, pois 10% dos
pacientes portadores de DC tem deficiência congênita de IgA. Anti-gliadina IgA esta presente em 75 a 90% dos casos de DC. Anti-gliadina IgG esta presente em 69 a 85% dos pacientes com DC e 29% de indivíduos sem a doença.Redução dos títulos de gliadina ocorrem em meses após o inicio da restrição dietética.

Setor

Imunologia.
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

1 mL de soro ou plasma fluoretado.

Preparo do paciente

Adulto:
Jejum de no mínimo 8 horas e não ultrapassar 16 horas.
De 3 até 8 anos de idade, jejum mínimo de 4 horas.
Até 3 anos de idade, jejum mínimo de 3 horas.
O paciente não deve realizar atividade física antes da coleta.
O uso de medicações por via oral e/ou de insulina para o tratamento do diabetes deve seguir a orientação do médico assistente.

Descrição do Exame

Glicemia.

Método

Enzimático

Consevação

Refrigerado entre 2 e 8 ºC: 24 horas.

Interferentes

Prazo maior que 24 horas de conservação.

Valor de Referência

75 a 99 mg/dL

Interpretação

A glicemia é usada para diagnosticar hiperglicemias e hipoglicemia. A patologia mais frequente relacionada com o metabolismo dos hidratos de carbono é a diabetes mellitus.
Os valores de glicemia de jejum entre 100 mg/dL e 125 mg/dL já são considerados como inapropriados ou mesmo como pré-diabetes. Em tais casos, deve-se realizar o teste oral de tolerância à glicose com medidas no jejum e duas horas após a sobrecarga. O diagnóstico de diabetes mellitus é confirmado por resultados de glicemia de jejum iguais ou superiores a 126 mg/dL em duas ocasiões ou, então, por valores iguais ou superiores a 200 mg/dL após duas horas no teste oral de sobrecarga ou, ainda, por níveis de glicose iguais ou superiores a 200 mg/dL em exames colhidos em qualquer horário, desde que haja sintomas de diabetes.

Setor

Bioquímica
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

1,0 mL de soro ou plasma fluoretado.

Preparo do paciente

A amostra precisa ser colhida duas horas após o início da refeição (almoço) ou conforme solicitação médica. No primeiro caso, o tempo deve ser cronometrado a partir do começo da refeição.
O uso de medicamentos para diabetes não deve ser suspenso, a não ser que exista informação contrária do médico assistente.
Se a glicemia de jejum também tiver sido solicitada e a coleta da glicemia pós-prandial não for possível no mesmo dia, o intervalo máximo entre as duas deve ser de até 60 horas.

Descrição do Exame

Glicose.

Método

Enzimático

Consevação

Refrigerado entre 2 e 8 ºC: 24 horas.

Interferentes

Prazo superior de 24 horas de conservação.

Valor de Referência

Menor que 140,0 mg/dL.

Interpretação

Em geral, duas horas depois de uma sobrecarga oral de glicose, a glicemia deve estar próxima aos valores de jejum (menor que 140 mg/dL). Com a progressão do diabetes mellitus tipo 2, invariavelmente ocorre uma atenuação e um atraso da primeira resposta de secreção de insulina estimulada pelas refeições, com conseqüentes glicemias pós-prandiais elevadas. A hiperglicemia pós-prandial (HPP) é reconhecidamente um fator de risco para o desenvolvimento de complicações macrovasculares no diabetes mellitus tipo 2. Além disso, a condição contribui para o aumento da hemoglobina glicosilada, que tem forte correlação com a incidência de micro e macroangiopatia no diabetes tipo 2.

Setor

Bioquímica
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

Urina de 4 períodos.

Preparo do paciente

Colher:
1ª amostra das 6:00 às 12:00 horas,
2ª amostra das 12:00 às 18:00 horas,
3ª amostra das 18:00 às 24:00 horas e a
4ª amostra das 24:00 às 6:00 horas.
Durante a coleta manter a urina sob refrigeração.
Não fazer esforço físico durante a coleta.
O cliente deve manter sua rotina diária.
Não é necessário aumentar a ingestão de líquidos, exceto sob orientação médica.

Descrição do Exame

Glicose urinária.

Método

Enzimático

Consevação

Refrigerado entre 2 e 8 ºC:5 dias.

Interferentes

Amostra não conservada refrigerada.

Valor de Referência

Indetectável

Interpretação

Glicemias superiores a 180 mg/dL geralmente já estão associadas com glicosúria. Os diabéticos podem apresentar um limiar renal para a excreção de glicose muito variável. Já em crianças com menos de um ano e em gestantes, existe a possibilidade de a glicosúria ser decorrente de diminuição do limiar renal, chamada de glicosúria de causa renal, e não estar relacionada com o diabetes. A coleta fracionada é útil no acompanhamento de diabéticos.

Setor

Bioquímica
Baixar versão em PDF

Material de Coleta

Fezes.

Preparo do paciente

O paciente deve colher as fezes sem uso de laxante e/ ou supositório e colocar o material em frasco sem conservante.
A amostra não pode ser contaminada com urina nem deve ser colhida do vaso sanitário.
O paciente não deve usar pomadas na região anal nas 24 horas que antecedem a coleta das fezes.
Crianças que usam fralda, recomenda-se colher as amostras por meio de saquinhos do tipo 'coletores de urina' para impedir a absorção da gordura fecal pela fralda. O material pode ser entregue no próprio saquinho coletor.
Se o paciente tiver utilizado contraste radiológico via oral, bismuto ou Metamucil®, a coleta de fezes deve ser realizada com um intervalo de 72 horas do uso dessas substâncias.
Anotar na solicitação se o paciente tomou laxante.

- Colocar a amostra de fezes em frasco sem conservante, volume mínimo

Descrição do Exame

Pesquisa de gordura fecal.

Método

Avaliação semi-quantitativa da gordura após coloração pelo Sudan III.

Consevação

Refrigerada 2 a 8°C: ate 12 horas após a coleta.
Congelada (-20 ºC): 24 horas

Interferentes

Contraste radiológico;
Pomada.

Valor de Referência

Negativo.

Interpretação

O aumento de gordura fecal esta associado com insuficiencia pancreatica exocrina, e o aumento de acidos graxos fecais esta associado com doença do intestino delgado.

Setor

Microbiologia
Baixar versão em PDF

Matriz

Av. Nove de Julho, 1451

(16) 3515-4500(16) 3516-4500

(16) 3515-4500

De segunda a sexta
das 6h às 18h30
Sábado, das 6h às 13h

Veja como chegar

Behring / Nucleus

Av. Nove de Julho, 1410

(16) 3516-0100

De segunda a sexta
das 7h às 11h
Sábado, das 7h às 11h

Veja como chegar

Centro Médico RibeirãoShopping

Av. Cel. Fernando F. Leite, 1540
Salas 24 e 25

(16) 3515-4550

De segunda a sexta
das 7h às 20h
Sábado, das 7h às 16h

Veja como chegar
Topo