Ligue agora

Janeiro Roxo: mês de conscientização sobre a hanseníase

O Janeiro Roxo é fundamental para conscientizar a população sobre a hanseníase, além de combater a discriminação aos portadores da doença. Quebrar mitos e tabus é uma forma de permitir que mais pessoas sejam curadas, uma vez que a doença tem tratamento gratuito na rede pública de saúde.

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil tem mais de 30 mil casos registrados da doença e ocupa o segundo lugar no ranking mundial, ficando atrás apenas da Índia. Por isso, é necessário fornecer à população mais informações sobre a hanseníase, a fim de aumentar a prevenção e a diminuir o número de casos.

 

Mas, afinal de contas, o que é hanseníase?

A hanseníase é uma doença infecciosa transmitida pelas vias aéreas, principalmente quando há contato próximo e prolongado com paciente não tratado. A pessoa pode levar até 10 anos para apresentar os primeiros sintomas, o que dificulta um tratamento precoce e mais eficaz.

 

Conheça os principais sintomas da doença:

  • Manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas, em qualquer parte do corpo, com perda ou alteração de sensibilidade térmica (ao calor e frio), tátil (ao tato) e à dor, que podem estar principalmente nas extremidades das mãos e dos pés, na face, nas orelhas, no tronco, nas nádegas e nas pernas.
  • Áreas com diminuição dos pelos e do suor.
  • Dor e sensação de choque, formigamento, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e das pernas.
  • Inchaço de mãos e pés.
  • Diminuição sensibilidade e/ou da força muscular da face, mãos e pés, devido à inflamação de nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos.
  • Úlceras de pernas e pés.
  • Caroços (nódulos) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos.
  • Febre, edemas e dor nas juntas.
  • Entupimento, sangramento, ferida e ressecamento do nariz.
  • Ressecamento nos olhos.

 

Conhecer mais esses sintomas permite um acompanhamento mais adequado, pois quanto mais cedo o tratamento for iniciado, menores são as chances de surgirem complicações provocadas pela doençaà saúde do paciente.

 

Disseminar esta informação a familiares, amigos e colegas de trabalho também ajuda no combate à hanseníase. O Laboratório Behring apoia esta causa.

 

 

Matriz
Av. Nove de Julho, 1451
Tel: (16) 3515-4500 - (16) 3516-4500
WhatsApp: (16) 9 9159-7247
2ª a 6ª, das 6h às 18h30 | Sábado, das 6h às 13h
Behring / Nucleus
Av. Nove de Julho, 1410
Tel: (16) 3516-0100
2ª a 6ª, das 7h às 17h | Sábado, das 7h às 12h
Centro Médico RibeirãoShopping
Av. Cel. Fernando F. Leite, 1540 - sala​s​ 24 e 25
Tel: (16) 3515-4550
2ª a 6ª, das 7h às 20h | Sábado, das 7h às 16h
Responsável Técnico: Dra. Maria das Graças Elias de Assis - CRF 8713-SP
Laboratorio Behring de Analises Clinicas Ltda.