Ligue agora

Dia Mundial da Luta Contra o Tabaco. Conheça os motivos para parar de fumar.

Os motivos para parar de fumar são infinitos, mas listamos alguns para incentivar você, fumante, a abandonar este vício. Confira.

O Dia Mundial da Luta Contra o Tabaco é celebrado em 31 de maio e a campanha ressalta os malefícios causados pelo hábito. Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), no Brasil, 428 pessoas morrem por dia devido a dependência à nicotina.

Além de fazer mal à saúde do usuário, o cigarro também afeta a saúde de quem convive com o fumante, conhecido como fumante passivo.

O cigarro oferece diversos malefícios à saúde, porém separamos as 10 principais razões para parar de fumar e incentivar a campanha:
• O tabagismo pode causar impotência sexual no homem e complicações na gravidez para as mulheres.
• O risco de doença cardíaca em fumantes passivos aumenta 25%.
• As doenças causadas pelo tabaco podem atingir cerca de 50 adversidades, em destaque as doenças cardiovasculares, doenças respiratórias e muitas outras, sendo o câncer de pulmão uma das principais.
• O cigarro também pode enfraquecer o cabelo, deixar a pele com aspecto seco, fato conhecido como envelhecimento precoce.
• Os sentidos também podem ser prejudicados devido ao hábito de fumar, ocasionando a redução do olfato e do paladar.
• A saúde da mulher também corre risco com o tabagismo. Infertilidade, menopausa precoce, dismenorreia – sangramento irregular – e câncer de colo de útero estão entre as doenças que podem surgir em mulheres devido ao hábito de fumar.
• Como dito acima, o fumante passivo pode ter a saúde prejudicada pelo fumante ativo que se encontra no mesmo ambiente. Os efeitos imediatos podem ser: irritação nos olhos, manifestações nasais, tosse, cefaleia, aumento de problemas alérgicos, principalmente das vias respiratórias e aumento dos problemas cardíacos, principalmente elevação da pressão arterial e angina (dor no peito).  
Problemas na gravidez, como afetar o crescimento do feto e aumentar o risco de complicações durante a gravidez e o parto, também podem ocorrer com mulheres fumantes passivos ou ativos.

 

Agora que você já sabe uma parcela dos problemas ocasionados pelo cigarro, entenda o que acontece com seu organismo ao parar de fumar.

Acompanhe abaixo o processo referente ao tempo que uma pessoa deixa de fumar:
20 minutos: a pressão sanguínea diminui, as batidas cardíacas voltam ao normal e a pulsação cai;
8 horas: os níveis de oxigênio no sangue podem se igualar ao de uma pessoa não-fumante;
24 horas: são eliminados do pulmão os resíduos de fumaça e o muco;
2 dias: o paladar e o olfato podem estar mais aguçados;
2 semanas: é considerável a melhora na circulação, congestão nasal, tosse, fadiga e falta de ar;
1 ano: os riscos que envolvem doenças cardíacas caem pela metade;
5 anos: os riscos de desenvolver câncer de pulmão caem pela metade;
15 anos: o risco de infartar é o mesmo de alguém que nunca fumou.

O risco de doenças diminui e o organismo do ex-fumante pode se restabelecer.

E você pensa que acabaram os benefícios de quem para de fumar? Tem mais: você vai sentir uma considerável diferença em seu bolso. O cigarro, em média, tem um preço alto e tem aumentado ainda mais. A renda que irá sobrar todos os meses para você pode ser, em média, a de:
• Consórcio de uma biz, por exemplo, ou;
• A viagem no final do ano para aquele estado que você sempre visitar, ou;
• Investimento e muito mais.

E aí? O que está esperando para parar de fumar e entrar para a luta contra o tabaco? Você e quem está contigo só tem a ganhar, experimente!

Av. Nove de Julho, 1451
Tel.: (16) 3515-4500
2º a 6º, das 6h30 às 19h | Sábado, das 6h30 às 13h
Av. Nove de Julho, 1410 (Behring/Núcleus)
Tel.: (16) 3516-0100
2º a 6º, das 7h às 17h30 | Sábado, das 7h às 12h
Centro Médico RibeirãoShopping - sala​s​ 24 e 25
Tel.: (16) 3515​-4550
2º a 6º, das 7h às 20h | Sábado, das 7h às 16h
Responsável Técnico: Dra. Maria das Graças Elias de Assis - CRF 8713-SP